Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

Alianças no 2º turno vão manter o compromisso de combate à corrupção


Candidato Odilon de Oliveira, que foi ao 2º turno contra Reinaldo Azambuja. (FOTO: Assessoria)

O candidato ao governo do Estado pelo PDT, juiz Odilon de Oliveira, espera contar com o apoio da população para promover um “movimento de limpeza” e, para isso, deve receber com o apoio de candidatos e partidos que têm compromisso com o combate à corrupção. “Foi criado um grupo de coordenação com a finalidade de conversar com esses candidatos”, explicou o pedetista, durante entrevista ao vivo concedida à TV Morena, no fim da manhã desta segunda-feira, 08.

Ainda falando de possíveis alianças para o segundo turno das Eleições, o candidato do PDT voltou a lembrar a busca por futuro limpo e a tolerância zero com a corrupção. “O discurso nosso tem como pano de fundo e é baseado na limpeza do Estado. Inclusive, essa votação expressiva que eu tive significa um recado da população neste sentido”. Odilon tem conversado com várias lideranças dos partidos que disputaram o primeiro turno no sentido de fechar alianças neste segundo turno.

“Nós temos que partir para um Estado limpo, um Estado sem corrupção. Eu convido a todos os eleitores para gente começar um movimento nesse sentido, o da limpeza, para acabar com a corrupção” detalhou. “Se a gente acabar com a corrupção em Mato Grosso do Sul, aquela que é afirmada pelo Superior Tribunal de Justiça contra determinado candidato, nós vamos ter dinheiro para tudo: para saúde, para educação, para a segurança pública e para as outras atividades do Estado”, acrescentou o candidato do PDT.

Sobre as estratégias para a campanha, Odilon reforçou o que tinha adiantado na noite anterior, ainda falando aos jornalistas na sede do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE/MS), na Capital, logo que seus 408.969 votos foram confirmados. “Nós vamos ter um tempo de televisão igual ao do meu opositor, isso nos vai dar condições de fazer uma exposição bem objetiva e muito mais ampla sobre o nosso programa de governo”. (Texto: Antônio Marques – Ascom candidato).


Fonte: Antônio Marques - Ascom do candidato