Domingo, 21 de Outubro de 2018    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

TRE sorteia urnas que serão auditadas em durante a votação


No Estado, seis urnas serão selecionadas para verificação de autenticidade e funcionamento do sistema em tempo real
Fachada do TRE/MS, onde sera realizado sorteio de urnas para verificação de funcionamento e autenticidade das eleições. (FOTO: Divulgação/TRE)

Acontece na manhã deste sábado (6/10), às 9h, no plenário do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, o sorteio das urnas eletrônicas que serão utilizadas na auditoria de funcionamento nas eleições de 2018. O procedimento é realizado paralelamente ao pleito, em tempo real, para verificação do funcionamento, autenticidade e integridade dos sistemas.

Ao todo, serão sorteadas 6 urnas no estado: 3 para auditoria de funcionamento em condições normais de uso, a chamada votação paralela, e outras 3 para a auditoria de verificação da autenticidade e integridade dos sistemas.

O processo consiste na retirada das urnas do local de votação, sendo substituídas por outros equipamentos, que são carregados com os dados oficiais das urnas sorteadas.

Funcionamento – As cédulas preenchidas previamente pelos partidos políticos e estudantes são digitalizadas em um sistema auxiliar e, depois, esses votos são digitados na urna eletrônica. A partir daí, é feita a comparação do resultado da votação no sistema paralelo com o resultado registrado no boletim de urna.

O objetivo é mostrar que a soma de votos dos candidatos encontradas na urna eletrônica corresponde ao resultado esperado.

A auditoria em tempo real será realizada em urnas de Campo Grande, na própria seção eleitoral. Antes da impressão da zerésima, é feito o procedimento para verificar a integridade dos sistemas instalados e então a urna é liberada para votação.

O procedimento ocorre neste domingo (7), no horário oficial da votação, e é todo filmado. A votação paralela tem acompanhamento de representantes de partidos políticos, da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS), MPE (Ministério Público Estadual) e também de um empresa de auditoria externa.

O TRE-MS terá suporte da Polícia Militar, no transporte com helicóptero, da urna do interior do Estado que será sorteada, para a Capital. (Com informações Campo Grande News).


Fonte: Campo Grande News