Sexta-Feira, 19 de Outubro de 2018    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

Águas do Rio Paraguai sobem e trecho de MS-228 é interditado


A Estrada Parque, no trecho Lampião Aceso – Curva do Leque havia sido liberada na sexta-feira (17)
Deslocamentos devem ser interrompidos no trecho da MS-228 na Estrada Parque, no Lampião Aceso – Curva do Leque (FOTO: Divulgação)

Dois dias depois de ser liberado, o trecho da MS-228 na Estrada Parque, no Lampião Aceso – Curva do Leque voltou a ser interditada neste domingo. O motivo são as correntezas fortes do Rio Paraguai, região de Corumbá, a 419 km de Campo Grande.

Conforme a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos) nesta manhã houve o deslocamento do caixão de aterro da cabeceira da vazante do Saran, devido às cheias do Paraguai.

Interdição - A interrupção do tráfego no percurso entre o Lampião Aceso, trevo com a BR-262, na entrada da cidade de Corumbá, ao entroncamento da rodovia MS-228 com a MS-184, Curva do Leque, totalizando 80 km – ocorreu devido ao transbordamento do Rio Paraguai, que alagou a região do Porto da Manga e, por consequência, deixou a via submersa. Em alguns trechos, o nível da água represada sobre a estrada chegou a dois metros.

Para liberar parcialmente o tráfego na MS-228, entre a BR-262 e a MS-184, a Agesul vem realizando serviços de restauração da estrada cascalhada, principalmente na região de maior influência do Rio Paraguai. Em alguns pontos mais críticos, com a vazão da água, constatou-se a pista solapada, criando vários buracos profundos que poderiam causar acidentes. O acesso de caminhões à MS-228 deve ser feito pela BR-262 e MS-432 (distrito de Albuquerque). (Com informações Campo Grande News).


Fonte: Campo Grande News