Quarta-Feira, 21 de Agosto de 2019    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

Copasul promoveu evento para discutir a cultura da mandioca


Dia de Campo vem se consolidando com um dos maiores na região, promovendo palestras de alta qualidade e atraindo grande número de participantes
O local preparado para serem ministradas as palestras ficou superlotado de associados, convidados e estudantes. (FOTO: Assessoria)

 

Mais de 350 pessoas estiveram presentes na segunda edição do Dia de Campo da Mandioca, promovido pela Copasul no último dia 29 de maio na Unidade de Difusão de Tecnologias da Cooperativa (UDT), em Itaquiraí. Um dia de muito aprendizado e troca de experiências entre produtores, técnicos e pesquisadores. 

O evento teve 04 rodadas técnicas, com palestras em campos experimentais. Os temas foram: Variedades Regionais, com o Agrônomo da Copasul, Cleiton Simão Zebalho; Variedades de mandioca, com a apresentação das variedades BRS CS 01 e BRS 420, com o Agronomo da Embrapa, - Fitotecnista e pesquisador, Dr. Marco Antonio Sedrez Rangel; Manejo integrado de Insetos e Pragas na Cultura da Mandioca, com o agrônomo Dr. Rudiney Ringemberg, também da Embrapa e ainda Manejo de plantas Daninhas, com o agrônomo Dr. Neumarcio Vilanova da Costa, da Unioeste.

Também foram realizadas três palestras, sendo elas, Adubação na cultura da mandioca e apresentação da nova variedade do IAPAR – IPR B36, com o Agrônomo Dr. Mario Takahashi, do IAPAR; Tamanho de maniva e plantio direto, com o Eng. Agronomo Dr. Emerson Fey, da Unioeste e uma palestra sobre o mercado da mandioca, com o Mestre em Engenharia de Produção e pesquisador do CEPEA, Fábio Isaias Felipe

O resultado da qualidade e diversidade de informações foram participantes satisfeitos, como o cooperado e produtor de mandioca Michel Mesti Junior. “Eu comecei na cultura da mandioca em 2013, quando vi uma oportunidade na inauguração da Fecularia da Copasul. Já é o segundo ano que participo do evento e é uma grande oportunidade para vermos o trabalho dos pesquisadores. Pra nós que estamos lá no campo, é algo muito importante, porque essas pesquisas e a difusão de informações influência na nossa técnica e até na rentabilidade”. O cooperado de Ivinhema, João Alberto Maraus, produtor há mais de 30 anos, também avaliou o Dia de Campo de forma muito positiva.   “O evento foi nota dez, muito produtivo”.

O evento também atraiu diversos estudantes, como Jackson Souza Silveira, do curso técnico de agronegócio. “Foi muito interessante, englobando muitos aspectos do cultivo da mandioca. Um nicho muito interessante para produtores e estudantes. Saímos com uma base prática do que feito no campo”.

Na oportunidade também foi realizada uma exposição de máquinas e implementos de empresas parceiras da Copasul e os participantes também puderam degustar a Tapioca Copasul. O evento teve o apoio do CEPEA, Embrapa Mandioca e Fruticultura, Iapar e Unioeste. (Texto: Ascom Copasul).

 


Fonte: Ascom Copasul