Segunda-Feira, 22 de Julho de 2019    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

Alunos do IFMS protestam contra o corte de recursos em 2019


Após a reunião pela manha, os alunos e servidores

 

Nesta quarta-feira, dia 15 de maio de 2019, alunos do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) dos municípios de NAVIRAÍ, Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Coxim, Dourados, Jardim, Nova Andradina, Ponta Porã e Três Lagoas, fizeram atos de protestos contra o contingenciamento com o corte de 28,2% das verbas das universidades federais e institutos escolares técnico-profissionalizantes. As ações foram realizadas em grupos, dentro das unidade local da instituição.

Em Naviraí, o impacto implica no andamento das obras da sede própria do IFMS já que, por enquanto, o mesmo funciona em prédio cedido. O investimento é de R$ 8 milhões na implantação do prédio que irá sediar o IFMS em nossa cidade e está com a obra iniciada ao lado da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), no prolongamento da Avenida Campo Grande, no início da rodovia MS-141, na ligação Naviraí a Ivinhema.

As mobilizações, organizadas pelos grêmios estudantis, buscaram chamar a atenção da sociedade para o bloqueio de crédito orçamentário anunciado pelo Governo Federal dia 30 de abril.

Na capital, o reitor do IFMS, Luiz Simão Staszczak, uniu-se a estudantes e servidores na concentração realizada na Avenida Duque de Caxias, próximo ao campus da instituição.

“Ao organizarem um movimento que tem como objetivo a manutenção das atividades e o funcionamento dos campi do IFMS, com ações de ensino, pesquisa e extensão, os estudantes demonstram preocupação com o orçamento, que sofreu um corte de aproximadamente 42%, e com a excelência no ensino oferecido pela instituição”, pontuou o reitor.

O reitor ressaltou que, mesmo com o bloqueio, o planejamento do IFMS para o primeiro semestre está mantido. No final de junho, será feita uma nova avaliação para saber como será o cenário no segundo semestre.

Em Naviraí, estudantes e servidores “abraçaram” o prédio do IFMS, ação semelhante a que ocorreu na segunda-feira, 13, nas demais cidades onde a instituição tem campus.

 


Fonte: Jota Oliveira - Naviraí Notícias