Domingo, 19 de Maio de 2019    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

Primeira captação de órgãos deste ano beneficia seis pacientes


Os órgãos são de Vitor Hugo Rosa Francisco, de 20 anos, que foi baleado na nuca no sábado (12)
Médicos durante captação de órgãos na Santa Casa (FOTO: Divulgação)

A primeira captação de órgãos da Santa Casa deste ano ocorreu ontem (16) e vai beneficiar seis pessoas. Os órgãos são de Vitor Hugo Rosa Francisco, de 20 anos, que foi baleado na nuca no sábado (12). Os órgãos captados do rapaz foram fígado, pâncreas, rins e córneas, beneficiando seis pessoas.

Segundo divulgado pela assessoria de comunicação da unidade de saúde, o fígado doado foi encaminhado para Brasília com o apoio da FAB (Força Aérea Brasileira), o pâncreas e um dos rins foram levados em voo comercial para São Paulo para serem implantados em dois pacientes que aguardavam na fila à espera de um órgão compatível para o transplante.

O outro rim permaneceu na Santa Casa para ser transplantado em uma mulher de 56 anos. Já as córneas do paciente foram captadas e levadas para o Banco de Olhos do hospital para análise, avaliação e depois serem disponibilizadas para transplantes.

Números - Em 2018 a OPO da Santa Casa encerrou o ano com 41 captações de órgãos. Ao todo foram captados 59 rins, 23 fígados, um pulmão, três pâncreas e sete corações. Durante todo o ano foram constatadas 123 mortes encefálicas, destas, 48 tiveram recusa médica e 35 tiveram recusa familiar.

Morte - Vitor Hugo foi atingido pelo tiro na Rua Barreira, no bairro Moreninha II. O crime intrigou até mesmo moradores da região, que afirmam que não presenciaram confusão nos momentos que antecederam o barulho dos tiros.

Um homem foi preso, na tarde da última segunda-feira (14), após tentar recuperar a arma que teria sido usado no crime.

Depois de prestar esclarecimentos, o rapaz foi liberado após pagar uma fiança no valor de três salários mínimos. Ele responderá por porte ilegal de arma de fogo. O caso continua sendo investigado. (Com informações Campo Grande News).


Fonte: Campo Grande News