Terca-Feira, 21 de Maio de 2019    Responsável: Jota Oliveira    Fone: 67 9988-5920

Estiagem ameaça a supersafra estadual de soja


Na região de Dourados, agricultores já falam em perdas após duas semanas de calor intenso e quase sem chuva
Soja em fase de desenvolvimento sofre com a falta de chuva na região de Dourados. (FOTO: Hélio Freitas)

A estiagem que já dura 20 dias em algumas regiões produtoras ameaça a colheita de 10 milhões de toneladas de soja esperada para Mato Grosso do Sul na safra 2018/2019. Em municípios da Grande Dourados, importante área produtora do grão, os agricultores já se preparam para amargar quebra na safra por falta de chuva.

“Tem lavoura morrendo no sol. Sábado choveu, mas a perda já é certa. Nós vamos ter perdas. Se chover esta semana ameniza, mas só na hora da colheita vamos saber de quanto será a quebra”, afirmou ao Campo Grande News o produtor Joaquim de Souza, que junto com os filhos cultiva 5.400 hectares de soja no município de Dourados.

O volume histórico de chuva em dezembro é de 180 milímetros em Dourados, segundo o Guia Clima da Embrapa Agropecuária Oeste. Mas do dia 1º até hoje foram apenas 28 mm.

O pesquisador da Embrapa Ricardo Fietz confirma: a estiagem já afeta em cheio as lavouras de soja. “Dourados ficou 15 dias sem chuva. No sábado choveu, mas foi uma chuva esparsa. Na Embrapa choveu 30 milímetros, em Rio Brilhante foram 6 mm e em Ivinhema não choveu nada”, informou ele. (Com informações Sul News).


Fonte: Sul News